[img:logoDefinitivoblog.jpg,thumb,centralizado]Honestos de todo o Brasil, uni-vos!

    Prezados participantes da Legítima Defesa

    A legítima defesa supõe tratarmos não apenas do direito de ter e portar armas de defesa. Trata-se, também, da salvaguarda de outros direitos correlatos que cada um deve cuidar para que nossa pátria não seja entregue a aventureiros que por sua vez a entregarão a interesses escusos de outras nações.

    Digo isso porque, em breve, o Supremo Tribunal Federal deverá julgar a questão da Reserva Raposa Serra do Sol, que evidentemente se enquadra no acima exposto.

    A EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa Agrícola – é órgão oficial do governo. Há naquele organismo um setor encarregado do monitoramento territorial do Brasil, por satélites e que faz uma declaração de estarrecer, pois indica que o Brasil está se tornando inteiramente inviável.( http://www.alcance.cnpm.embrapa.br).

    Em relatório minucioso e em power point (clique aqui e faça o download e veja com os próprios olhos) denuncia um fato que poucos sabem, mas que, em conseqüência de leis decretos, MPs, se forem aplicados todos estes dispositivos a área disponível do Brasil fica reduzida a apenas a 24% do território brasileiro [img:quadro.gif,full,alinhar_dir_caixa]para o agronegócio, a indústria e para as cidades. O resto, por lei, já está confiscado pelo governo para reservas florestais, reservas para as ditas minorias – os indígenas, os quilombolas e os guerrilheiros do MST (em fase de crescimento) — além de outras reservas como as margens dos rios, das estradas da fronteira do Brasil com outros países.

    “Essas medidas colocam na ilegalidade grande parte da produção de arroz de várzea no RS, SP e MA; de búfalos no AM, AP, PA e MA; do café em SP, MG, PR e BA; da maçã em SC; da uva e vinho no RS e SP; da pecuária no Pantanal; da pecuária leiteira em MG, SP, RJ e ES; da cana de açúcar em SP, RJ, MG e NE; dos reflorestamentos em MG, SP, MA e TO; da pecuária de corte em grande parte do Brasil, da citricultura em SP, BA e SE; da irrigação no NE; da mandioca no NE e AM; do tabaco em SC e BA; da soja em MT, MS, GO, SP e PR, entre os casos de maior impacto social e econômico”(http://www.alcance.cnpm.embrapa.br/conteudo/conclusao.htm).

    Isso me leva a convocar a todos os participantes da PLD que se mobilizem para defendermos nosso território. Vamos escrever aos deputados e senadores para que eles tomem conhecimento deste quadro e façam alguma coisa para defender o Brasil.

    Clique aqui
    e participe do envio de mensagens ao Congresso Nacional e convide vizinhos, parentes e amigos para que façam o mesmo.

    Mais uma vez, o Brasil espera que cada um cumpra o seu dever.

    Atenciosamente

    Clique aqui para participar desta campanha.

Trackback

only 1 comment untill now

  1. Rodolpho Villas Boas Neto @ 2009-03-10 00:47

    É o Inicio do “Big Governenment” Governo mundial
    QUE DEUS NOS APIEDE DE NÓS

Add your comment now


7 + um =