O Brasil está entre os dez países com maior número de armas em poder de civis, segundo relatório da ONU (Organização das Nações Unidas) divulgado nesta quinta-feira (17). O texto aponta que o Brasil tem 15 milhões de armas de fogo com civis – praticamente uma arma para cada 12 habitantes. Juntamente com o México, o país ocupa a sexta posição de ranking mundial que leva em conta o total de armas nas mãos de civis.

(…)

Na América, o Brasil surge em segundo lugar. A população mais fortemente armada do mundo está nos Estados Unidos, com 270 milhões de armas – praticamente uma para cada habitante. O total é 17 vezes maior que o verificado no Brasil. Em segundo lugar, vem a Índia (46 milhões de armas), seguida por China (40 milhões), Alemanha (25 milhões) e França (19 milhões).

Leia a íntegra da notícia e deixe gravado um comentário no site O Jornal – de Alagoas.

, ,
Trackback

3 comments untill now

  1. Rodolpho villas boas neto @ 2010-06-19 18:45

    Estamos em 6 ?
    Mais se Deus QUISER chegaremos a Dividir o Pódio Com os Yanques . e viçês da “onu” Vão Para o inferno!!!!!!!!!

  2. LEANDRO SOARES DA SILVA @ 2010-06-22 09:46

    Se fossemos contar pela proporção, os Estados Unidos seriam o país da matança, do crime,no entanto, não é o que acontece. Temos menos armas e mais crimes, somente os iluminados acham o contrário, e nesta linha reproduzo um verbete que um iluminado colocou nas paginas do jornal Zero Hora aqui do RS, dizia este:
    Se o interior era tão seguro antigamente, porque as pessoas andavam sempre armadas (realmente por aqui era comum se andar sempre com uma arma meio a mão)?Este iluminado não tem a capacidade do discernimento, ou se algum dia teve, foi agora na onda de outros interesses, pois é obvio que se o interior era seguro, não existiam invasões e pouquisimos roubos, quando muito uma ovelha, era justamente porque as pessoas tinham como se defender. Pobre iluminado,com um QI tão baixo somente servirá como mais um reles manobrista dos intersses escusos.

  3. Cilas Celestino @ 2010-07-03 11:02

    Uma coisa me surpreende muito com relação a ONU.Esta organização criada pelos Estados Unidos, se preocupa muito com o Brasil, no tocante à posse de armas de fogo; todas as pesquisas e iniciativas para desarmamento provinientes da ONU com a finalidade de reduzir os índices de violência urbana se voltam quase que exclusivamente contra o Brasil, e com relação a eles? porque não se empenham em mudar a constituição e desarmar os estadunidenses? Nos Estados Unidos existem mais lojas de armas doque padaria e supermercados, aqui, pouquíssimas e só vendem porcarias de .380, .22, .38… porque generais octogenários que trabalham no DFPC entendem que existam “armas que matam mais” e é o único país do mundo que possui esse conceito de restrição de calibre ( para os cidadãos ordeiros, bandidos usam coisa até mais forte doque as forças armadas)Se são 15 milhões de armas nas mãos de civis ( já ouvi inúmeros dados 4, 6, 8, 10, 11 14, 15 20 milhões) não representam nada para uma população de 228 milhões de brasileiros, segundo o último senso; se fossem 22,8 milhões de armas, representaria apenas 10% da população a possuir armas. Acho que a solução para o brasileiro que defende o direito à legítima defesa é batalhar por um Green Card e viver nos EUA. É mais fácil do que tentar mudar a mentalidade imbecil e utopista de um pseudo mundo de paz, de um povo Tupiniquim que só pensa em carnaval, cerveja e futebol.

Add your comment now


1 + cinco =