[img:AgenciaCamara.gif,full,alinhar_esq_caixa]
    Dia 14/11/2007 – a MP 394/07 não foi apreciada em face da não conclusão da apreciação da MPV 388/07, item 01 da pauta, com prazo encerrado.

    Falta de acordo adia votação da MP do comércio
    Luiz Alves

    Chinaglia (E) considera importante a negociação, pois a mudança envolve milhares de trabalhadores do comércio.
    A votação da MP 388/07 foi adiada mais uma vez. O plenário aprovou nesta quarta-feira requerimento apresentado pelo líder do PT, deputado Luiz Sérgio (RJ), pedindo prazo de uma sessão para o início da discussão da medida provisória. Ontem, o relator, deputado Sandro Mabel (PR-GO), pediu o adiamento da apresentação de seu parecer para hoje, para tentar negociar um acordo. A MP já foi aprovada pela Câmara, mas, como foi modificada pelo Senado, terá que ser votada novamente pelos deputados.

    O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, explicou que o adiamento das votações do Plenário, ontem e hoje, não foi provocado por falta de quorum, mas por pedidos do PT e do relator da MP, que trata da abertura do comércio nos feriados e amplia o número de repousos semanais dos trabalhadores do comércio no domingo. Um impasse em torno das mudanças feitas pelo Senado no texto original da MP 388/07 acabou provocando os pedidos de adiamento para assegurar um prazo maior para a negociação de um acordo que permita a votação da matéria.

Trackback

no comment untill now

Add your comment now


5 − dois =